468










Informações Locais
Brasil
Europa
América do Sul
America do Norte
Ásia
América Central / Caribe
África
Oceania

Informações Gerais
Trabalho no Exterior
Passagens Aéreas
Dicas de Imigração
Como me Locomover
Onde Dormir
Como me alimentar
Preparar a Mochila
Quanto vou Gastar
Notícias do Turismo
Vistos e Vacinas

Comunidade
Fórum VDM
Mochileiros em Viagem

Ferramentas
Álbum de Fotos
Conversor de Moedas
Conversor de Medidas
Quiz Voudemochila

Institucional
Anuncie no Voudemochila
Quem somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Questões Frequentes
Indique o Voudemochila
News Voudemochila
Estatísticas do Site
Trabalhe Conosco
Mapa do Site
Links Úteis

Parceiros
Vagas de emprego Jooble

Ler notícias Home > Notícias > Ler notícias
Passageiros do Queen Mary serão reembolsados
fonte : UOL
27-Jan-2006


Os passageiros que estão amotinados no maior cruzeiro do mundo, o Queen Mary 2, receberão a devolução total de seus bilhetes, informou hoje a imprensa britânica. Os passageiros iniciaram o motim depois do cancelamento de três escalas do navio no Caribe e no Brasil para recuperar o tempo perdido com a avaria de um dos motores de propulsão. A embarcação chega hoje ao Rio de Janeiro.

Devido a esse atraso, seus 2.528 passageiros permaneceram durante seis dias consecutivos a bordo do cruzeiro que cobre o trajeto Nova York-Rio de Janeiro.

Em compensação, a empresa barqueira Cunard, que opera o cruzeiro, ofereceu aos turistas um abono de metade do valor de seus bilhetes, preço que não incluía o vôo de retorno ao ponto de partida.

Os viajantes, após rejeitar a oferta, ameaçaram rebelar-se e não desembarcar no Rio. Um porta-voz da Cunard disse que a companhia considerava que sua oferta original era justa. Mas, no final, decidiu "fazer um gesto adicional", disse.

"Aqueles passageiros que deixarem o navio no Rio de Janeiro receberão a devolução total de sua passagem, incluindo o bilhete de avião", indicou o porta-voz.

Além disso, afirmou que os viajantes que permanecerem no transatlântico após a parada na cidade brasileira também receberão o dinheiro pelo trajeto realizado até Rio de Janeiro.

A empresa não parou nas ilhas caribenhas de St. Kitts, Barbados e na cidade brasileira de Salvador. Uma das queixas dos passageiros é que foram avisados de que estas paradas não seriam feitas quando o cruzeiro já estava no mar e muitos deles já tinham pago excursões e hotéis nessas escalas.


mais notícias