468










Informações Locais
Brasil
Europa
América do Sul
America do Norte
Ásia
América Central / Caribe
África
Oceania

Informações Gerais
Trabalho no Exterior
Passagens Aéreas
Dicas de Imigração
Como me Locomover
Onde Dormir
Como me alimentar
Preparar a Mochila
Quanto vou Gastar
Notícias do Turismo
Vistos e Vacinas

Comunidade
Fórum VDM
Mochileiros em Viagem

Ferramentas
Álbum de Fotos
Conversor de Moedas
Conversor de Medidas
Quiz Voudemochila

Institucional
Anuncie no Voudemochila
Quem somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Questões Frequentes
Indique o Voudemochila
News Voudemochila
Estatísticas do Site
Trabalhe Conosco
Mapa do Site
Links Úteis

Parceiros
Vagas de emprego Jooble

Ler notícias Home > Notícias > Ler notícias
Lençóis Maranhenses: Um oásis no Nordeste
fonte : Gazeta Mercantil
13-Mar-2006


Barreirinhas ganha novo hotel e investe em melhorias na infra-estrutura para acolher os visitantes. Queixar-se de um lugar abençoado como os Lençóis Maranhenses parece loucura. Mas, até pouco tempo atrás, o deserto do Maranhão era alvo de reclamações de muitos turistas. Não pelo destino em si, mas pela falta de infra-estrutura hoteleira da cidade mais próxima, Barreirinhas. Agentes de viagem locais dizem que até o ano passado os Lençóis perdiam muitos visitantes, já que operadoras de turismo deixavam de incluir Barreirinhas (270 km de São Luís) nos pacotes.

A situação, no entanto, começou a mudar no fim do ano passado, quando a cidade ganhou mais um hotel. O Solares Lençóis Flat Residence, com 161 apartamentos, juntou-se ao Porto Preguiças Resort, ao Rio Preguiças Hotel e à Pousada Porto do Buriti para suprir a demanda por leitos – fora esses, há somente pequenas pousadinhas. Aliás, Barreirinhas está sendo urbanizada, o aeroporto está em reforma e as obras do sistema de água e esgoto estão em fase de conclusão. Atento à preservação ambiental, o Ibama, que tem um posto de fiscalização na entrada do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, proibiu os visitantes de levarem bebidas alcoólicas e também vetou o uso de papelões para a prática do esqui-bunda. O órgão também planeja um rigor maior no acesso ao parque e estuda definir um número de turistas diários, como acontece em outras áreas de preservação.

À primeira vista, os Lençóis Maranhenses encantam os olhos pela imensidão de dunas de areias. São 155 mil hectares e as dunas que começam no oceano entram 50 quilômetros continente adentro. Perder-se ali não é fato raro. Os nativos contam vários casos de pessoas que resolveram se aventurar pelas areias e não sabiam mais voltar. Por isso, jamais entre no parque sem a companhia de um guia.

Para chegar até lá, há duas opções: ir de barco pelo Rio Preguiças ou pegar um veículo 4x4. Mas quem quiser ter uma idéia da verdadeira dimensão das dunas do parque, a melhor opção é fazer um sobrevôo neste paraíso. O passeio costuma durar cerca de 30 minutos.

A imagem seduz. Milhares de lagoas de águas cristalinas, em tons verdes e azuis, se formam entre as dunas com as chuvas dos primeiros meses do ano, envoltas por mangues e restingas. Algumas dunas alcançam 40 metros de altura e as lagoas chegam a ter quilômetros de extensão e até cinco metros de profundidade. Para vê-las em sua melhor forma, a época mais recomendada para visitar o Parque Nacional é de janeiro a setembro, quando as piscinas naturais estão mais cheias.

Outra boa forma de admirar a integração das dunas com os lagos, rios, mangues e matas é ir até o Farol das Preguiças, que fica no povoado de Mandacaru. Para chegar até lá, a melhor maneira é pegar uma lancha que percorre o Rio Preguiças até a Praia de Caburé, uma extensa faixa de areia tendo de um lado o rio e do outro o mar. Lá, tem-se a oportunidade de assistir a mais um maravilhoso espetáculo da natureza: o encontro das águas fluviais e oceânicas.


mais notícias