468










Informações Locais
Brasil
Europa
América do Sul
America do Norte
Ásia
América Central / Caribe
África
Oceania

Informações Gerais
Trabalho no Exterior
Passagens Aéreas
Dicas de Imigração
Como me Locomover
Onde Dormir
Como me alimentar
Preparar a Mochila
Quanto vou Gastar
Notícias do Turismo
Vistos e Vacinas

Comunidade
Fórum VDM
Mochileiros em Viagem

Ferramentas
Álbum de Fotos
Conversor de Moedas
Conversor de Medidas
Quiz Voudemochila

Institucional
Anuncie no Voudemochila
Quem somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Questões Frequentes
Indique o Voudemochila
News Voudemochila
Estatísticas do Site
Trabalhe Conosco
Mapa do Site
Links Úteis

Parceiros
Vagas de emprego Jooble

Ler notícias Home > Notícias > Ler notícias
Crise da Varig pode ter fim nesta segunda.
fonte : Agência Brasil
09-Mai-2006


A crise financeira da Varig, desencadeada por uma dívida total da empresa que soma R$ 7 bilhões, pode ter uma solução definitiva nesta segunda-feira, após reunião com os credores, no Rio de Janeiro.

A informação foi dada pelo presidente da empresa, Marcelo Bottini, durante seminário sobre transporte aéreo como setor estratégico para o desenvolvimento do turismo, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda.

Ele disse que a Varig recebeu quatro propostas. "A primeira é a compra da companhia de aviação pela Variglog, de transportes de cargas, por US$ 400 milhões. Outra seria um plano da venda de um ativo, ou seja, as linhas nacionais, por meio de leilão a ser realizado em um prazo de 30 a 60 dias, com lance mínimo de US$ 700 milhões", contou.

"A terceira idéia, apresentada por trabalhadores do grupo Varig traz o mesmo conceito da venda do ativo doméstico, por meio da atração de investidores. O último projeto é o do consultor Jayme Toscano, intermediário de um investidor, que oferece U$ 1,8 bilhão pela compra da empresa", completou.

Bottini informou que já vêm ocorrendo várias ações no sentido de reduzir gastos do plano de recuperação da Varig – aprovado em 19 de dezembro do ano passado, pelos credores da companhia. "Um deles foi a suspensão do vôo para o Japão que estava dando prejuízos de US$ 1 milhão por mês. Outra iniciativa recente é a desativação de tripulações técnicas e de bordo em Los Angeles, nos Estados Unidos.", observou.

A reestruturação da empresa também inclui a demissão de funcionários. "Na parte de redução de pessoal, estamos esperando a definição de segunda-feira para fazer o ajuste necessário. Não podemos prever se a empresa será divida, sabemos que o que vai acontecer agora é uma fase de ajustes, para que a Varig volte a crescer novamente no futuro", disse.

A Varig, que ainda permanece como a maior empresa área brasileira de vôos internacionais, possui 60 aeronaves. Por conta da crise, a empresa teve prejuízos de 20% a 30% na venda de passagens.


mais notícias