468










Informações Locais
Brasil
Europa
América do Sul
America do Norte
Ásia
América Central / Caribe
África
Oceania

Informações Gerais
Trabalho no Exterior
Passagens Aéreas
Dicas de Imigração
Como me Locomover
Onde Dormir
Como me alimentar
Preparar a Mochila
Quanto vou Gastar
Notícias do Turismo
Vistos e Vacinas

Comunidade
Fórum VDM
Mochileiros em Viagem

Ferramentas
Álbum de Fotos
Conversor de Moedas
Conversor de Medidas
Quiz Voudemochila

Institucional
Anuncie no Voudemochila
Quem somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Questões Frequentes
Indique o Voudemochila
News Voudemochila
Estatísticas do Site
Trabalhe Conosco
Mapa do Site
Links Úteis

Parceiros
Vagas de emprego Jooble

Ler notícias Home > Notícias > Ler notícias
Londres detém suposto ataque a 10 aviões
fonte : Folha on line
11-Ago-2006


Londres detém 24 após impedir suposto ataque a dez aviões
da Folha Online

A polícia britânica prendeu nesta quinta-feira 24 pessoas suspeitas de envolvimento em um ataque terrorista de megaproporção --que envolveria dez aviões de grande porte e milhares de passageiros, informaram autoridades. Todos os suspeitos permanecem sob custódia da polícia antiterror e do MI5 (serviço de inteligência britânico).

Até o momento, não foram divulgados nome e nacionalidade dos detidos, e autoridades rechaçaram comentar a informações de que eles seriam britânicos nascidos no Reino Unido, mas com ascendência paquistanesa.

Alessia Pierdomenico/Reuters

Passageira coloca pertences de sua bagagem de mão em saco plástico, em Londres

A idéia seria explodir simultaneamente aviões com destino aos Estados Unidos, usando bagagens de mão como instrumento de transporte para os explosivos.

Segundo a polícia, o plano foi elaborado por uma "rede terrorista internacional", supostamente ligada à Al Qaeda [de Osama bin Laden], e os alvos principais seriam vôos com destino a Nova York, Washington e Califórnia.

EUA

O secretário norte-americano de Segurança Nacional, Michael Chertoff, disse que a operação sinaliza envolvimento da Al Qaeda e aumentou o alerta de segurança para o índice máximo. O sistema de alerta para a segurança interna dos EUA entrou em vigor em março de 2002 e compreende cinco escalas, de diferentes cores, em ordem crescente de importância: verde, azul, amarelo, laranja e vermelho.

Segundo a CNN, o presidente dos EUA, George W. Bush, recebeu informações antecipadas sobre os ataques terroristas em preparação no Reino Unido.

Em declaração pública, Bush disse que as ameaças de hoje ao Reino Unido remetiam ao ocorrido nos EUA em 11 de setembro de 2001.

Alerta

Após o anúncio do desmantelamento da ação terrorista, Reino Unido, EUA e países da Europa elevaram seu nível de alerta de segurança, alegando possibilidade iminente de atentado.

Em seguida, caos e confusão tomaram conta de vários aeroportos da Europa, gerando cancelamento e atraso de vôos, além de alteração nas medidas de segurança. Várias companhias aéreas cancelaram seus vôos no Reino Unido, especialmente no aeroporto londrino de Heathrow --que proibiu todos os pousos previstos para esta quinta-feira. A British Airways também cancelou a maioria de seus vôos com partida de Heathrow.

Matt York/AP

Mulher joga garrafa ao passar por área de segurança em aeroporto de Phoenix (EUA)

Autoridades britânicas pediram aos cidadãos que não alterem sua rotina e mantenham a calma.

Segundo declarações do ministro britânico do Interior, John Reid, apesar do bloqueio da operação classificada como "complexa e sem precedentes", e da prisão dos principais membros da rede terrorista, a tentativa de ataque [iniciada há meses] continua em andamento.

Segundo a polícia, a idéia dos terroristas era a de detonar artefatos construídos no Reino Unido, compostos por algum tipo de explosivo líquido, a exemplo dos utilizados nos ataques terroristas ao sistema de transportes londrino em 7 de julho de 2005, quando 52 pessoas morreram e mais de 700 se feriram. Duas semanas depois, o brasileiro Jean Charles de Menezes foi assassinado pela polícia ao ser confundido com um terrorista.

Nesta quinta-feira, Reino Unido e Estados Unidos proibiram que pessoas entrem em aviões portando bagagens de mão e recipientes com líquidos, como bebidas, loções, xampu, gel, entre outros.

Suspeitos

Todos os suspeitos foram capturados em Londres, arredores e em Birmingham (centro do país), segundo o subchefe de polícia Paul Stephenson. Ele também disse que os policiais impediram que terroristas cometessem um "ataque em massa e de alcance inimaginável".

Para chegar ao grupo, que teria braços internacionais, a polícia britânica investigou reuniões, viagens, gastos e um grande número de pessoas no Reino Unido e em outros países, de acordo com o chefe da polícia antiterrorismo Peter Clarke. Até o momento, o nome e a nacionalidade dos suspeitos não foram divulgados.


mais notícias