468










Informações Locais
Brasil
Europa
América do Sul
America do Norte
Ásia
América Central / Caribe
África
Oceania

Informações Gerais
Trabalho no Exterior
Passagens Aéreas
Dicas de Imigração
Como me Locomover
Onde Dormir
Como me alimentar
Preparar a Mochila
Quanto vou Gastar
Notícias do Turismo
Vistos e Vacinas

Comunidade
Fórum VDM
Mochileiros em Viagem

Ferramentas
Álbum de Fotos
Conversor de Moedas
Conversor de Medidas
Quiz Voudemochila

Institucional
Anuncie no Voudemochila
Quem somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Questões Frequentes
Indique o Voudemochila
News Voudemochila
Estatísticas do Site
Trabalhe Conosco
Mapa do Site
Links Úteis

Parceiros
Vagas de emprego Jooble

Ler notícias Home > Notícias > Ler notícias
150 mil pessoas na praia do Futuro
fonte : Marcos Cavalcante
16-Ago-2006


Milhares de pessoas foram à Praia do Futuro para homenagear Iemanjá, a Rainha do Mar, festa que terminou às 18 horas de ontem com uma queima de fogos...

O batuque dos tambores de longe sinalizava que o local estava repleto de pais, mães, filhos de santo e outros adoradores de Iemanjá, considerada a Rainha do Mar da Umbanda. Uma multidão cantava e dançava em redor das imagens da santa e dos tambozeiros na tarde de ontem, na Praia do Futuro. Braços abertos, pés banhados pelas águas do mar e entoando cânticos, Isaura Batista, 74, reverenciava Iemanjá. Ela é mãe-de-santo e há mais de 50 anos incorpora entidades, entre elas a Princesa Flora, que ela havia "baixado" enquanto estava no mar. Ao fim do ritual, um banho de lavanda para purificar. "Vim com muita dificuldade com meus 50 filhos de santo para cá", ressalta.

De acordo com algumas pessoas que estavam no local, a falta de segurança tirou parte da beleza do evento. A equipe de reportagem do O POVO foi avisada várias vezes por policiais para deixar o local por causa da falta de segurança e dos constantes arrastões. Lindalva Alexandre teve o colar roubado quando passava perto da reportagem. Ela seguiu o ladrão com os olhos e avisou à Polícia. "Vi quando ele me levou o cordão, o segui e avisei à Polícia. Mas ele está sem o colar, por isso não dá para fazer o flagrante", lamenta Lindalva. Segundo um policial que pediu para não se identificar, a situação estava complicada devido ao baixo efetivo. "No início da tarde bateram muito em quatro turistas para levarem as câmeras (fotográficas) deles", comenta.

Segundo dados da Polícia Militar e da organização do evento, um público de 150 mil pessoas esteve presente no local desde as 18 horas de segunda-feira até as 18 horas de ontem. De acordo com o presidente da Associação Espírita de Umbanda São Miguel (Aeusm), Miguel Ferreira Neto, não foram registrados incidentes graves no evento. Ele diz que fizeram a segurança da festa 120 homens da Polícia Militar, 60 da Guarda Municipal, além de uma equipe particular.

De acordo com o Capitão Edson Almada, responsável pelo policiamento do local, também não houve incidentes graves. A maior ocorrência registrada foi a apreensão de dois menores que estavam com uma faca. Quanto aos arrastões, ele desconhece. "Vários policiais com moto e cavalaria ficaram circulando nestas areias", explica.


mais notícias