468










Informações Locais
Brasil
Europa
América do Sul
America do Norte
Ásia
América Central / Caribe
África
Oceania

Informações Gerais
Trabalho no Exterior
Passagens Aéreas
Dicas de Imigração
Como me Locomover
Onde Dormir
Como me alimentar
Preparar a Mochila
Quanto vou Gastar
Notícias do Turismo
Vistos e Vacinas

Comunidade
Fórum VDM
Mochileiros em Viagem

Ferramentas
Álbum de Fotos
Conversor de Moedas
Conversor de Medidas
Quiz Voudemochila

Institucional
Anuncie no Voudemochila
Quem somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Questões Frequentes
Indique o Voudemochila
News Voudemochila
Estatísticas do Site
Trabalhe Conosco
Mapa do Site
Links Úteis

Parceiros
Vagas de emprego Jooble

Ler notícias Home > Notícias > Ler notícias
Trem rápido britânico aplica técnicas israelenses contra terror
fonte : Invertia
25-Ago-2006


pessoal do trem rápido que cobre o trajeto entre Londres e o aeroporto internacional de Heathrow recebeu um curso especial inspirado nas técnicas israelenses para detectar possíveis terroristas por sua linguagem corporal.
Segundo a BAA, empresa que opera o serviço, os resultados são tão satisfatórios que o mesmo treinamento pode ser levado ao pessoal dos sete aeroportos que a empresa controla no Reino Unido, informa o jornal "The Times".

Os empregados do Heathrow Express aprenderam os métodos israelenses, que consistem em observar pequenos movimentos dos lábios, supercílios e nariz de um indivíduo para detectar imigrantes ilegais e ladrões de bagagens.

O curso, de dois dias de duração, foi desenvolvido por Rafi Ron, ex-diretor de segurança do aeroporto Ben Gurion, de Tel Aviv.

Segundo Andrew Sharp, diretor da Organização Internacional de Transportes Ferroviários, alguém sua muito ou aperta o punho, os funcionários tentam conversar informalmente com o suspeito. Se continuarem desconfiando dele, podem chamar os seguranças.

Sharp considera as técnicas menos polêmicas que o registro dos passageiros por raça ou vestuário.

O mesmo jornal afirma que antes do fim deste mês o Governo britânico pretende suspender parcialmente as restrições impostas às bagagens que os passageiros podem levar a bordo dos aviões nos aeroportos do Reino Unido. Mas os líquidos continuarão proibidos.

Um funcionário do Ministério de Transportes declarou ao "The Times" que diminuiu o risco imediato de atentado terrorista e o pessoal dos aeroportos aprendeu a controlar melhor a bagagem de mão.

As companhias aéreas estão perdendo milhares de passageiros em viagem de negócios, que se negam a voar sem levar suas pequenas valises a bordo.

A Ryanair, uma companhia de vôos baratos, ameaça processar o Governo britânico para recuperar os 3 milhões de euros que afirma ter perdido por culpa dos cancelamentos e atrasos de vôos desde 10 de agosto, quando foi revelado um suposto complô terrorista para explodir aviões em vôo entre a Grã-Bretanha e os Estados Unidos.

EFE
Agência Efe - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência Efe S/A.


mais notícias