468










Informações Locais
Brasil
Europa
América do Sul
America do Norte
Ásia
América Central / Caribe
África
Oceania

Informações Gerais
Trabalho no Exterior
Passagens Aéreas
Dicas de Imigração
Como me Locomover
Onde Dormir
Como me alimentar
Preparar a Mochila
Quanto vou Gastar
Notícias do Turismo
Vistos e Vacinas

Comunidade
Fórum VDM
Mochileiros em Viagem

Ferramentas
Álbum de Fotos
Conversor de Moedas
Conversor de Medidas
Quiz Voudemochila

Institucional
Anuncie no Voudemochila
Quem somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Questões Frequentes
Indique o Voudemochila
News Voudemochila
Estatísticas do Site
Trabalhe Conosco
Mapa do Site
Links Úteis

Parceiros
Vagas de emprego Jooble

Ler notícias Home > Notícias > Ler notícias
Lixo no Mont Blanc faz prefeito querer limitar alpinistas
fonte : Reuters / Uol
25-Set-2006


A montanha mais alta da Europa está lotada demais e cheia de lixo, afirmou um prefeito francês que vem causando polêmica com a proposta de limitar o número de alpinistas que escalam o Mont Blanc.

Jean-Marc Peillex, prefeito da cidade alpina de Saint-Gervais Mont-Blanc, avalia que até 30 mil pessoas escalem os 4.810 metros do pico a cada verão, lotando os postos de alojamento e poluindo a geleira com lixo e dejetos humanos.

"É intolerável", disse ele numa reunião em Saint-Gervais durante o fim de semana. Ele contou que, num sobrevôo recente, seu helicóptero pousou numa geleira do Mont Blanc cheia de excrementos congelados, e que o gelo estava manchado de amarelo por causa da urina.

"O problema é que muita gente acha que no dia seguinte vai passar um caminhão de lixo e um lavador de ruas."

Para ele, a exigência de autorizações especiais para se ter acesso ao caminho do Voie Royale, que começa em Saint-Gervais, a rota de subida mais popular do Mont Blanc, por ser mais fácil que as de Chamonix ou da Itália, poderia garantir que os refúgios da montanha não fiquem lotados demais, além de permitir alertar aos alpinistas amadores sobre as dificuldades da subida.

"Não se pode escalar esta montanha por capricho. Não é a mesma coisa que decidir fazer uma caminhada no parque", disse ele. Segundo o prefeito, as autorizações seriam dadas aos alpinistas que tivessem reservado acomodações na montanha, onde é proibido acampar.

O prefeito também aventou a idéia de cobrar uma "ecotaxa" de 5 a 10 euros dos alpinistas para ajudar Saint-Gervais a recuperar os gastos da instalação de banheiros secos em regiões mais altas da montanha e do envio de helicópteros para recolher o lixo.

As propostas, que Peillex disse esperar colocar em vigor no ano que vem, foram recebidas com preocupação por alguns moradores, que temem que as medidas restrinjam o acesso desnecessariamente.

"Não gosto da idéia de pagar pelo direito de ir à montanha", disse Stephane Cadou, 27, depois da reunião.

Do outro lado do túnel do Mont Blanc, na Itália, o prefeito de Courmayeur Romano Blua considerou injustas as propostas de Saint-Gervais.

"Posso tomar providências, mas não concordo com impedir as pessoas de escalar o Mont Blanc", disse ele.

Dezenas de voluntários de Saint-Gervais e de comunidades vizinhas do lado francês limparam partes da montanha no domingo, recolhendo garrafas, recipientes plásticos de comida, jornais e outros itens descartados pelos alpinistas durante o verão.

"As pessoas estão começando a pensar sobre o que significa não trazer seu lixo para baixo", disse um dos voluntários, Jean-Jacques Barrucand, 66.


mais notícias