468










Informações Locais
Brasil
Europa
América do Sul
America do Norte
Ásia
América Central / Caribe
África
Oceania

Informações Gerais
Trabalho no Exterior
Passagens Aéreas
Dicas de Imigração
Como me Locomover
Onde Dormir
Como me alimentar
Preparar a Mochila
Quanto vou Gastar
Notícias do Turismo
Vistos e Vacinas

Comunidade
Fórum VDM
Mochileiros em Viagem

Ferramentas
Álbum de Fotos
Conversor de Moedas
Conversor de Medidas
Quiz Voudemochila

Institucional
Anuncie no Voudemochila
Quem somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Questões Frequentes
Indique o Voudemochila
News Voudemochila
Estatísticas do Site
Trabalhe Conosco
Mapa do Site
Links Úteis

Parceiros
Vagas de emprego Jooble

Ler notícias Home > Notícias > Ler notícias
Crise aérea não afetará turismo no Brasil, diz entidade
fonte : Notícias Google
05-Abr-2007


"O setor se recuperou mesmo depois dos alarmes em Londres", disse ela à BBC Brasil, se referindo às ameaças de bomba que paralisaram os aeroportos britânicos em agosto do ano passado.

O Conselho Mundial de Viagens e Turismo (World Travel and Tourism Council ou WTTC, em inglês) representa a indústria global do turismo.

Brasil em alta - A organização publicou no final de março um relatório que prevê que o setor turístico brasileiro deverá crescer por volta de 7,2% em 2007, atingindo um faturamento total de US$ 79,3 bilhões.

Na próxima década, a taxa de crescimento anual média do turismo no Brasil deverá ficar por volta de 5,6%, acima da média mundial de 4,3%.

O presidente do WTTC, Jean-Claude Baumgarten, elogiou o governo brasileiro ao apresentar o relatório.

Baumgarten disse em nota à imprensa que o governo "tratou com sucesso de uma longa lista de questões administrativas como incentivos a investimentos e segurança".

Agências tranqüilas - Segundo Luise Oram, os atuais problemas no tráfego aéreo brasileiro "não deverão diminuir o ritmo do crescimento do turismo no país".

Agências de viagens européias ouvidas pela BBC Brasil concordam com o Conselho Mundial de Turismo.

"Até agora não tivemos muitas reclamações de clientes", diz Antje Guenther, porta-voz da DER, uma das maiores redes de agências de viagens da Alemanha.

Ela não acha que as interrupções nos vôos brasileiros afetarão as reservas para o Brasil.

Esta também é a opinião de Anke Bergmeier, da agência Viventura em Berlim, especializada em viagens para o Brasil e América do Sul. "Por enquanto está tudo tranqüilo", diz ela. | Por: Marcelo Crescenti, de Frankfurt/BBC Brasil


mais notícias