468










Informações Locais
Brasil
Europa
América do Sul
America do Norte
Ásia
América Central / Caribe
África
Oceania

Informações Gerais
Trabalho no Exterior
Passagens Aéreas
Dicas de Imigração
Como me Locomover
Onde Dormir
Como me alimentar
Preparar a Mochila
Quanto vou Gastar
Notícias do Turismo
Vistos e Vacinas

Comunidade
Fórum VDM
Mochileiros em Viagem

Ferramentas
Álbum de Fotos
Conversor de Moedas
Conversor de Medidas
Quiz Voudemochila

Institucional
Anuncie no Voudemochila
Quem somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Questões Frequentes
Indique o Voudemochila
News Voudemochila
Estatísticas do Site
Trabalhe Conosco
Mapa do Site
Links Úteis

Parceiros
Vagas de emprego Jooble

Ler notícias Home > Notícias > Ler notícias
França: turista no Brasil deve ter R$ 50 para o ladrão
fonte : Gazetaweb
18-Abr-2007


A Embaixada da França adverte: viajar ao Brasil pode ser muito perigoso. Em sua página na internet, ainda aconselha aos turistas: no país, reserve uma nota de R$ 50 para entregar, sem pestanejar, ao ladrão em caso de assalto.

Na internet, a embaixada lista 14 conselhos gerais de segurança para cidadãos franceses que viajam ao país, orienta para as providências em caso de roubo e agressão e alerta até para as tentativas de extorsão por telefone. Neste ano, quatro franceses foram assassinados no Rio. Os crimes causaram comoção na França.

A embaixada dá dicas específicas para quem vai a Brasília, São Paulo, Recife e Rio, com os locais mais perigosos de cada cidade e os principais crimes a que os turistas estão sujeitos.

Em São Paulo, por exemplo, alerta para os perigos de assalto a mão armada nas estradas que levam às praias e afirma que o litoral paulista é tão perigoso quanto o carioca.

"Recomenda-se muita atenção aos indivíduos posicionados nas lombadas de velocidade", salienta.

Em São Paulo, a embaixada lista a praça da República, a da Sé e a Estação da Luz como zonas de risco. O texto no sítio na internet diz para os franceses evitarem essas regiões de noite.

No Rio, a embaixada pede para que evitem a Vista Chinesa e Santa Teresa, duas áreas com pontos turísticos, e vias mais violentas, como a avenida Brasil e as linhas Vermelha e Amarela. "Esse tipo de aviso para guardar dinheiro a dar ao ladrão é uma besteira. Porque podemos ficar até mais avisados", disse Carole Sanches, turista francesa e que passeava ontem pelo Pão de Açúcar.

O relatório também consta no site do Ministério das Relações Exteriores francês. Acessada por turistas, a página contém informações também com alertas semelhantes para turistas em outros países, como Rússia (sugere especial cuidado em aglomerações como mercados e praças) e África do Sul (aponta o perigo de o turista andar à noite sozinho e ser assaltado no trânsito).

Em março, o músico Sebastien Emmanuel Jerome Gressez, 28, foi morto na via Dutra, após uma suposta tentativa de assalto. Ele fazia uma turnê pelo Brasil com a sua banda.

Em fevereiro, o casal Christian Doupes e Delphine Douyere e o amigo Jérôme Faure foram assassinados no escritório da ONG Terr"Ativa --que os franceses administravam-- em Copacabana, zona sul. O crime teria sido planejado por Társio Ramires, então funcionário da ONG TerrAtiva para acobertar desfalque de R$ 80 mil.


mais notícias