468










Informações Locais
Brasil
Europa
América do Sul
America do Norte
Ásia
América Central / Caribe
África
Oceania

Informações Gerais
Trabalho no Exterior
Passagens Aéreas
Dicas de Imigração
Como me Locomover
Onde Dormir
Como me alimentar
Preparar a Mochila
Quanto vou Gastar
Notícias do Turismo
Vistos e Vacinas

Comunidade
Fórum VDM
Mochileiros em Viagem

Ferramentas
Álbum de Fotos
Conversor de Moedas
Conversor de Medidas
Quiz Voudemochila

Institucional
Anuncie no Voudemochila
Quem somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Questões Frequentes
Indique o Voudemochila
News Voudemochila
Estatísticas do Site
Trabalhe Conosco
Mapa do Site
Links Úteis

Parceiros
Vagas de emprego Jooble

Ler notícias Home > Notícias > Ler notícias
Pane na Embratel provoca nova crise nos principais aeroportos do país
fonte :
21-Jun-2007


As operações de pousos e decolagens, especialmente no circuito Brasília-Rio-São Paulo, foram agravadas por um novo fator: uma queda de freqüência da Embratel no setor norte de Brasília, na direção de Manaus, prejudicando a comunicação no Cindacta-1 (Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle do Tráfego Aéreo), com sede na capital da República.

A pane sinalizou uma nova crise, provocando atrasos nos principais aeroportos do país --somente em Cumbica (Guarulhos) 43% dos vôos atrasaram. A Infraero (estatal que administra os aeroportos) informou que o problema ocorreu das 17h14 às 17h48 de hoje.

Somente os aeroportos de Goiânia (GO) e Palmas, no Tocantins, operaram. Os demais tiveram as suas atividades suspensas no período.

Após a pane, técnicos da Embratel foram deslocados para o próprio Cindacta-1, para identificar os efeitos do problema no centro do sistema responsável pela região Sudeste.

Por meio de nota, a Embratel afirmou que está apurando o que ocorreu para depois se pronunciar a respeito.

Isso se somou ao que a Aeronáutica classifica como "operação-padrão" dos controladores de tráfego aéreo, negada em nota oficial pela federação e por várias outras associações e entidades da categoria.

Hoje o diretor do Decea (Departamento de Controle do Espaço Aéreo), brigadeiro Ramon Borges Cardoso, confirmou em audiência na CPI do Apagão Aéreo do Senado que dez monitores de controle de vôos do Cindacta-1, em Brasília (DF), foram trocados.

No entanto, um controlador de tráfego aéreo disse à Folha Online que os equipamentos ainda não estão em funcionamento e que um deles havia sido instalado para teste. A reportagem também apurou que as freqüências já teriam apresentado problemas pela manhã.

Atrasos

De acordo com informações da Infraero, dos 1.484 vôos programados das 0h às 18h30 desta quarta-feira, 25,1% (373) registraram atrasos com mais de uma hora. Outros 85 (5,7%) foram cancelados.

Até as 19h de hoje, o aeroporto de Guarulhos (Grande São Paulo) apresentou 76 vôos, 43% do total de programados, com atrasos e outros 11 (6,6%) foram cancelados. Em Congonhas (zona sul de São Paulo), 18% do total dos vôos (236) apresentaram atrasos com mais de uma hora, e cinco vôos foram cancelados.

Em Minas Gerais, o aeroporto de Confins registrou 17 vôos com atrasos (30,9% do total), e outros 5 (9%) foram cancelados até as 18h30 de hoje. No aeroporto de Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro, dos 139 vôos programados para o período, 25 (17,9%) registraram atrasos superiores a uma hora e outros 18 (12,9%) foram cancelados.


mais notícias