468










Informações Locais
Brasil
Europa
América do Sul
America do Norte
Ásia
América Central / Caribe
África
Oceania

Informações Gerais
Trabalho no Exterior
Passagens Aéreas
Dicas de Imigração
Como me Locomover
Onde Dormir
Como me alimentar
Preparar a Mochila
Quanto vou Gastar
Notícias do Turismo
Vistos e Vacinas

Comunidade
Fórum VDM
Mochileiros em Viagem

Ferramentas
Álbum de Fotos
Conversor de Moedas
Conversor de Medidas
Quiz Voudemochila

Institucional
Anuncie no Voudemochila
Quem somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Questões Frequentes
Indique o Voudemochila
News Voudemochila
Estatísticas do Site
Trabalhe Conosco
Mapa do Site
Links Úteis

Parceiros
Vagas de emprego Jooble

Ler notícias Home > Notícias > Ler notícias
Dólar baixo e apagão aéreo levam turista a buscar lazer fora do País
fonte : Jornal do Estado
25-Jun-2007


O dólar abaixo dos R$ 2 e a crise aérea nos aeroportos brasileiros mudaram em muito os planos de férias dos brasileiros. Houve um aumento de 20%, em média, na procura por destinos internacionais neste ano, comparado a julho do ano passado, e uma queda média de 10% pelos destinos domésticos.

As vendas só não foram maiores pela falta de lugares para atender a demanda dos interessados o que causou o esgotamento de alguns destinos, segundo a Associação Brasileira de Agências de Viagens, regional Paraná (Abav-PR).

Os pacotes mais procurados para às férias deste ano foram para a Europa, Estados Unidos e América do Sul, com tempo médio de permanência de 7 a 8 dias. Quem resolveu apostar em uma queda maior do dólar e ainda não garantiu o pacote poderá ter de ficar por aqui mesmo.

Isso porque, para os Estados Unidos, por exemplo, se o interessado não tiver passaporte, não há mais a possibilidade da viagem pelo tempo necessário para a emissão do documento. Já quem pretende ir à Europa terá de contar com muita sorte e uma reserva financeira maior. “Se conseguirmos achar alguma coisa certamente será pelas tarifas maiores”, explicaram dois operadores de turismo consultados pela reportagem.

Agências ouvidas pela Abrav-PR são unânimes em afirmar que a queda do dólar estimulou as pessoas a procurar destinos fora do país. Já a procura pelos destinos nacionais está em baixa por conta de crise do setor aéreo, que também tem afetado os passageiros dos vôos internacionais.

A agente de viagem Josanne Savas, da Tripoli Turismo, contou que a fim de evitar transtornos para quem vai viajar para fora do Brasil se viu obrigada a planejar um tempo de conexões com pelo menos 4 horas. “Desse modo, acredito que é possível evitar problemas para os nossos clientes”, revela.

Essa foi a saída encontrada para a viagem de férias da estudante Bibiana Cini, 19 anos, à Europa. A procura pela agência foi em maio, mas o fechamento do pacote ocorreu na sexta-feira. “Vou visitar várias cidades e minha irmã, que está em Barcelona fazendo intercâmbio, e acho que tudo isso (os atrasos do vôos nos aeroportos brasileiros) vai estar resolvido quanto eu for viajar”, disse. “Hoje (sexta-feira) vim de Porto Alegre e não enfrentei atrasos”, declarou. O embarque de Bibiana esta marcado para segunda-feira da próxima semana.


mais notícias