468










Informações Locais
Brasil
Europa
América do Sul
America do Norte
Ásia
América Central / Caribe
África
Oceania

Informações Gerais
Trabalho no Exterior
Passagens Aéreas
Dicas de Imigração
Como me Locomover
Onde Dormir
Como me alimentar
Preparar a Mochila
Quanto vou Gastar
Notícias do Turismo
Vistos e Vacinas

Comunidade
Fórum VDM
Mochileiros em Viagem

Ferramentas
Álbum de Fotos
Conversor de Moedas
Conversor de Medidas
Quiz Voudemochila

Institucional
Anuncie no Voudemochila
Quem somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Questões Frequentes
Indique o Voudemochila
News Voudemochila
Estatísticas do Site
Trabalhe Conosco
Mapa do Site
Links Úteis

Parceiros
Vagas de emprego Jooble

Ler notícias Home > Notícias > Ler notícias
TAM confirma 186 pessoas no avião; caixa-preta é achada
fonte : Henrique Barbosa
18-Jul-2007


Uma das duas caixas-pretas do avião da TAM que se chocou contra prédios e pegou fogo perto do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, com 186 pessoas a bordo, foi encontrada, informou nesta quarta-feira a Secretaria de Segurança Pública do Estado.

A TAM havia informado na terça-feira que o avião Airbus 320 transportava 176 passageiros, o que foi retificado esta manhã.

A secretaria não soube informar qual das caixas foi recuperada, a do gravador de voz ou a com os dados de vôo. O equipamento foi enviado à Aeronáutica para a análise, segundo a secretaria.

No início da manhã, a secretaria confirmou a morte de 93 pessoas, indicando que esse poderá ser o pior acidente aéreo da história do país.

Equipes de resgate continuam trabalhando no local do acidente, máquinas estão retirando os escombros dos prédios atingidos e ainda se via fumaça saindo da área.

Segundo o governador de São Paulo, José Serra, que visitou o local na noite de terça-feira, os bombeiros relataram que a temperatura do avião pode ter chegado a 1.000 graus Celsius, o que tornaria impossível haver sobreviventes. Entre os passageiros estava o deputado federal Julio Redecker (PSDB-RS).

O Airbus, que fazia o vôo JJ 3054 e partiu de Porto Alegre no final da tarde de terça-feira, não conseguiu frear ao aterrissar no início da noite em Congonhas, passando por cima de uma importante avenida de São Paulo antes de se chocar contra os prédios e um posto de gasolina. Um dos prédios atingidos foi o da TAM Express, onde havia funcionários trabalhando.

A Airbus afirmou, em comunicado, que está enviando uma equipe de cinco especialistas da empresa ao local do acidente. A companhia disse ainda lamentar o desastre com o avião operado pela TAM e que vai prestar toda a assistência a autoridades brasileiras e internacionais envolvidas na investigação.

Ao saber do acidente, no início da noite de terça-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva convocou autoridades para uma reunião em Brasília e decretou luto de três dias no país.

A TAM providenciou o transporte de parentes e amigos das vítimas para São Paulo ainda na quarta-feira.

O acidente de terça-feira deve superar a tragédia de setembro do ano passado com um Boeing da Gol em Mato Grosso, no qual todas as 154 pessoas a bordo morreram.


mais notícias