468










Informações Locais
Brasil
Europa
América do Sul
America do Norte
Ásia
América Central / Caribe
África
Oceania

Informações Gerais
Trabalho no Exterior
Passagens Aéreas
Dicas de Imigração
Como me Locomover
Onde Dormir
Como me alimentar
Preparar a Mochila
Quanto vou Gastar
Notícias do Turismo
Vistos e Vacinas

Comunidade
Fórum VDM
Mochileiros em Viagem

Ferramentas
Álbum de Fotos
Conversor de Moedas
Conversor de Medidas
Quiz Voudemochila

Institucional
Anuncie no Voudemochila
Quem somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Questões Frequentes
Indique o Voudemochila
News Voudemochila
Estatísticas do Site
Trabalhe Conosco
Mapa do Site
Links Úteis

Parceiros
Vagas de emprego Jooble

Ler notícias Home > Notícias > Ler notícias
Ilhabela investe em infra-estrutura, eventos, divulgação e cruzeiros
fonte : Mercado e Eventos
25-Jul-2007


Por ser essencialmente turística e, ao mesmo tempo, ter 92% de área preservada, a cidade de Ilhabela, no Litoral Norte do Estado de São Paulo, busca incrementar a atividade econômica sem prejudicar o meio ambiente.
Segundo o secretário de Turismo e Fomento de Ilhabela, Ricardo Fazzini, há uma proposta de lei na Câmara dos Vereadores que regulamenta o número máximo de 10 mil veículos por dia na cidade, controlado na utilização da balsa, única forma de se chagar à Ilha de carro.

Como alternativa aérea, o município comportaria apenas um aeroporto para aviões de pequeno porte, mas Fazzini comentou que seria interessante a criação de um aeroporto para atender as quatro cidades que compõem o Litoral Norte – Ilhabela, Caraguatatuba, Ubatuba e São Sebastião.

O secretário revelou que a Tam está procurando investidores para operar o destino com um hidroavião Caravan, de 10 lugares. De acordo com levantamentos feitos pela companhia, o valor da viagem, considerando o número de passageiros, seria menor do que o valor de um transfer São Paulo-Ilhabela.

Para o diretor de Turismo e Fomento, Marcelo de Freitas Carlos, outra solução seria explorar mais o potencial do aeroporto de São José dos Campos, que tem boa infra-estrutura e fica a duas horas da cidade, contando com o tempo da balsa.
Além de facilitar operacionalmente a recepção de turista, Ilhabela busca captá-los nos períodos de baixa temporada com uma série de iniciativas. Uma delas é a criação de um centro de convenções, que, segundo Carlos, já teve liberação de verba aprovada no Departamento de Apoio ao Desenvolvimento de Estâncias (Dade), da Secretaria do Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo. Deve ficar pronto em três ou quatros anos, será multiuso e terá um auditório com capacidade para 400 pessoas.

Quanto à divulgação, Ilhabela conta com o Centro de Informações Turísticas Itinerantes (CITI) projeto precursor que recebeu R$100 mil de investimento do Ministério do Turismo e mais R$38 mil da prefeitura local. Trata-se de uma Van de grande porte, equipada com datashow, computadores e algumas tendas, que tem o objetivo de fazer exposições rápidas fora da cidade, priorizando o público de acordo com a ocorrência de feriados municipais, quando a as pessoas podem viajar.

Infra-estrutura e meio-ambiente
No quesito de infra-estrutura, foi concluído recentemente um amplo projeto de reurbanização em Ilhabela, que abrangeu o centro e a orla. Conforme afirmou o secretário, a próxima ação é um investimento de mais de R$600 mil para a reformulação da entrada da cidade, na Praia de Perequê, e a construção de uma nova sede da Secretaria de Turismo e Fomento, próxima dali.

Para manutenção das praias, Fazzini disse que, recentemente, o Conselho Municipal determinou que uma parte dos recursos vindos estado seja aplicada no saneamento dessas regiões, a fim de garantir a qualidade no turismo. Com isso, Ilhabela parte de 7% para 85% de saneamento.

O secretário explicou que, dos R$72 milhões orçados para o município em 2008, apenas 2% vão para o setor de turismo. Por isso é preciso procurar parcerias com o setor privado, como a que é feita com a MasterCard, que investe em projetos na cidade em troca da divulgação de seu logotipo. Quanto à captação de investimentos do setor público, ele contou que existem cerca de 30 projetos protocolados aguardando aprovação do Ministério do Turismo e liberação de verba, como sinalização turística, programas de capacitação e expansão do acesso à ilha.

Os preços e as condições inibem os investimentos de grandes rede hoteleiras em Ilhabela, onde predominam os hotéis e pousadas pequenos e charmosos. Mas o secretário revelou que há sondagens de construtoras interessadas em condomínios fechados, como o recente investimento da Odebrecht em um espaço para 170 casas de alto padrão, onde a área construída ocupa menos de 10% da área total.

Cruzeiros
"Desde que foi aberta a cabotagem no Brasil, há 16 anos, Ilhabela participa dos cruzeiros. Há seis anos, investimos pesado em nossa estrutura de receptivo, considerada uma das melhores do Brasil. A cada temporada, os profissionais envolvidos no setor, como motoristas de táxi e de jipe, recebem treinamentos, e a comunicação visual é trabalhada para que o turista tenha uma leitura rápida daquilo que temos para oferecer", explicou Fazzini.


mais notícias