468










Informações Locais
Brasil
Europa
América do Sul
America do Norte
Ásia
América Central / Caribe
África
Oceania

Informações Gerais
Trabalho no Exterior
Passagens Aéreas
Dicas de Imigração
Como me Locomover
Onde Dormir
Como me alimentar
Preparar a Mochila
Quanto vou Gastar
Notícias do Turismo
Vistos e Vacinas

Comunidade
Fórum VDM
Mochileiros em Viagem

Ferramentas
Álbum de Fotos
Conversor de Moedas
Conversor de Medidas
Quiz Voudemochila

Institucional
Anuncie no Voudemochila
Quem somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Questões Frequentes
Indique o Voudemochila
News Voudemochila
Estatísticas do Site
Trabalhe Conosco
Mapa do Site
Links Úteis

Parceiros
Vagas de emprego Jooble

Ler notícias Home > Notícias > Ler notícias
Crise aérea segue em foco nesta semana
fonte : Redação G1
14-Ago-2007


A crise aérea continua em foco nesta semana. O ministro da Justiça, Nelson Jobim, deve se reunir nesta segunda-feira (13) com a diretoria da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para discutir o modelo de gestão da agência reguladora. Jobim tem defendido alterações na estrutura da Anac.

Também nesta segunda, a subcomissão temporária de regulamentação dos marcos regulatórios, da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal, debate propostas para legislação do setor de aviação civil. Foram convidados o diretor-geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) do Ministério da Defesa, brigadeiro Ramon Cardoso, o presidente da Anac, Milton Zuanazzi, o presidente da Infraero, Sérgio Galdenzi, o diretor-presidente do Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias, José Márcio Mollo, além do presidente regional da Associação Brasileira de Agências de Viagem, João Quirino Júnior.

Na terça-feira (14), reiniciam-se os trabalhos das Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI) do Apagão Aéreo, tanto da Câmara quanto do Senado. Na Câmara, a CPI ouve o diretor de segurança da TAM, Marco Aurélio Castro e o comandante responsável pelo equipamento dos Airbus A320 da empresa, Alex Frischmann.



Senado Federal
No Senado Federal, a CPI ouve, entre outros, os procuradores da República na Bahia, Danilo Pinheiro Dias e Juliana Azevedo Moraes, além de Angelita Marchi - presidente da Associação dos Familiares do vôo 1907 da Gol, que caiu em setembro do ano passado após colidir com um jatinho da Embraer.

O deputado Gustavo Fruet (PSDB-PR), membro da CPI do Apagão Aéreo da Câmara dos Deputados, deve entregar, também na terça-feira, proposta de processo administrativo contra a diretoria da Anac ao presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cezar Britto.

Já na quarta-feira (15) está prevista a votação de requerimentos e, também, o depoimento do chefe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), Jorge Kersul Filho, na CPI da Câmara dos Deputados. A CPI do Senado, por sua vez, ouve, entre outros, Ettore Ferdinando Casoria, empresário da empresa FS3, Adilson José da Silva, empregado da Sá Publicidade e José Oliveira Sobrinho, presidente da Associação de Mídia Aeroportuária.


Ainda na quarta termina o prazo estipulado pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim, para que a Infraero encaminhe ao Conselho Nacional de Aviação Civil (Conac) soluções para a redistribuição de espaço físico no aeroporto de Guarulhos. A Infraero também precisa enviar soluções para o fluxo interno de pessoas em Guarulhos e Viracopos (Campinas), e para a viabilidade de salas de embarque pré-fabricadas.

Na quinta-feira (16), a CPI do Apagão Aéreo do Senado ouve a diretora da Anac, Denise Abreu, alvo de denúncias do ex-presidente da Infraero, brigadeiro José Carlos Pereira. Segund ele, Denise Abreu teria teria tentado tirar o controle de cargas dos aeroportos de Congonhas e de Viracopos e transferí-lo para Ribeirão Preto para, supostamente, beneficiar amigos. A CPI também deve ouve Sérgio Galdenzi, da Infraero, e o próprio José Carlos Pereira.


mais notícias