468










Informações Locais
Brasil
Europa
América do Sul
America do Norte
Ásia
América Central / Caribe
África
Oceania

Informações Gerais
Trabalho no Exterior
Passagens Aéreas
Dicas de Imigração
Como me Locomover
Onde Dormir
Como me alimentar
Preparar a Mochila
Quanto vou Gastar
Notícias do Turismo
Vistos e Vacinas

Comunidade
Fórum VDM
Mochileiros em Viagem

Ferramentas
Álbum de Fotos
Conversor de Moedas
Conversor de Medidas
Quiz Voudemochila

Institucional
Anuncie no Voudemochila
Quem somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Questões Frequentes
Indique o Voudemochila
News Voudemochila
Estatísticas do Site
Trabalhe Conosco
Mapa do Site
Links Úteis

Parceiros
Vagas de emprego Jooble

Ler notícias Home > Notícias > Ler notícias
Rio Grande pode se tornar escala fixa em roteiros internacionais
fonte : Jornal Agora
05-Mar-2008


Após um ano sem receber transatlânticos, o Insignia atracou ontem pela manhã no Porto do Rio Grande trazendo mil passageiros, sendo 600 turistas americanos e canadenses.
A crise aérea do ano passado influenciou diretamente na rota prevista pelas companhias de navegação na costa brasileira, deixando o porto rio-grandino de fora deste circuito internacional. No entanto, o transatlântico Insignia retornou à cidade após alterações em seu roteiro, que seguiria até o litoral catarinense.
Ao chegarem ao cais do Porto Novo, próximo à área da P-53, os turistas foram recepcionados pelos integrantes do Departamento de Tradições Gaúcha (DTG) Estância de São Pedro, que os esperavam com muita música e dança, mostrando um pouco dos costumes do Rio Grande do Sul, primeira parada do navio no Brasil. O Insignia partiu de Punta del Este, no Uruguai, e seguirá para Santos e logo após para o Rio de Janeiro.
Uma grande recepção foi organizada para os visitantes, que desceram às terras brasileiras sobre um tapete vermelho. Oportunidade para os artesãos locais, que expuseram seus trabalhos no terminal turístico do porto, que possui ainda serviços como internet e Correio. Entre os trabalhos, camisetas, cuias, mateiras, erva-mate, boinas, bijuterias com temas marinhos, além da coleção de bichos de pelúcia e artigos de decoração com a fauna local, chamada de Bichos do Mar de Dentro.
A americana Dolores Block aproveitou para provar a tradicional bebida rio-grandina feita à base de uvas, a jurupiga. Ela que veio da Flórida, diz ter gostado. "É ótima!".
Após um cruzeiro pelo Chile, a arquiteta Barbara Bos subiu novamente a bordo para conhecer as praias do Uruguai, da Argentina e do Brasil. Acompanhada do marido, Richard Bos, ela conta que sempre aproveita as paradas para conhecer novas cidades, pois adora fazer caminhadas e ter contato com a natureza.

Passeio turístico
Dos 600 americanos e canadenses que chegaram à cidade, apenas 94 participaram do passeio turístico pelo Centro Histórico do Rio Grande, visto que o programado para Pelotas foi cancelado.
Os turistas conheceram locais como o Porto Velho, o Museu Náutico, a Alfândega, a praça Xavier Ferreira, os prédios históricos ao seu entorno, o Museu Oceanográfico, a praça Tamandaré, Molhes da Barra, entre outros.
Segundo a operadora da agência de turismo Fellini, Tatiana Semitiel, o passeio tem duração de três horas, iniciando às 10h30min, com pausa para o almoço, no transatlântico. O pacote custa R$ 94.

Reunião tratou de novos transatlânticos
A vinda do transatlântico Insignia foi importante, não só pela volta do Porto do Rio Grande à rota dos cruzeiros internacionais, mas pelo fato de o diretor de operações da Oceania Cruises, Sergi Veglia, ter se reunido com o superintendente do Porto, Sinésio Cerqueira. Durante o encontro, o representante da companhia de navegação falou sobre a necessidade de reduzir o tempo de entrada do transatlântico desde sua chegada aos Molhes da Barra (1h 40min) e a discussão sobre taxas e tarifas do porto rio-grandino. "Todas as solicitações são absolutamente viáveis. Nossa intenção é fazer o que nos for pedido para que o Porto Novo seja incluído na escala destes navios internacionais", declarou a Superintendência do Porto do Rio Grande (SUPRG), por meio de sua assessoria.
Quanto à recepção, Sergi Veglia disse ter ficado satisfeito. No entanto, questionou sobre a presença dos taxistas dentro da área portuária e a segurança disponibilizada na área central da cidade.


mais notícias