Informações Locais
Brasil
Europa
América do Sul
America do Norte
Ásia
América Central / Caribe
África
Oceania

Informações Gerais
Trabalho no Exterior
Passagens Aéreas
Dicas de Imigração
Como me Locomover
Onde Dormir
Como me alimentar
Preparar a Mochila
Quanto vou Gastar
Notícias do Turismo
Vistos e Vacinas

Comunidade
Fórum VDM
Mochileiros em Viagem

Ferramentas
Álbum de Fotos
Conversor de Moedas
Conversor de Medidas
Quiz Voudemochila

Institucional
Anuncie no Voudemochila
Quem somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Questões Frequentes
Indique o Voudemochila
News Voudemochila
Estatísticas do Site
Trabalhe Conosco
Mapa do Site
Links Úteis

Parceiros
Vagas de emprego Jooble

Passes de trem Home > Loja Voudemochila > Passes de trem

O QUE SÃO OS PASSES DE TREM?

São como "passaportes" que permitem que faça viagens de trem dentro de um período segundo determinadas regras, sem que haja necessidade de comprar tickets a cada viagem. Esse produto existe desde 1959 com mais de 12 milhões de passes vendidos!



QUAIS SÃO OS TIPOS EXISTENTES DE PASSES DE TREM?

Existem atualmente 4 grandes classes de passes:

EURAIL GLOBAL PASS:
O mais abrangente, permite viajar pelos seguintes países: Alemanha, Austria (incluindo Liechtenstein), Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França (incluindo Mônaco), Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Noruega, Portugal, Suécia e Suíça.

EURAIL SELECT PASS:
Oferece um alto nível de personalização, permitindo que você selecione 3, 4 ou 5 países (dentre 23 opções), para um determinado número de dias de viagem compreendidos num período de 2 meses!

EURAIL REGIONAL PASS:
Adequado para viajantes que querem conhecer uma pequena região da Europa, normalmente conjugando 2 ou 3 países vizinhos num passe.

EURAIL COUNTRY PASS:
Adequado para viajantes que querem conhecer apenas um país!

Além desses 4 tipos, existe o que é disponível apenas para Europeus ou que residem há pelo menos 6 meses na Europa, o INTERAIL, sendo sempre a opção mais barata!

 

COMO ESCOLHER O MELHOR PASSE?



A primeira etapa é definir seu roteiro, ainda que preliminarmente. Na realidade, poucas pessoas mantém o roteiro original, a maioria vai alterando no meio do caminho.Com o roteiro definido, você poderá escolher melhor o tipo de passe.

Além disso, em cada uma das opções citadas anteriormente, ainda há a opção de 1a. classe (mais cara), 2a. classe (mais barata) e o Saverpass, que serve para quando há 2 ou mais pessoas viajando juntas (é mais barato que a 1a.classe mas mais caro que a 2a.classe). Atenção pois a 2a.classe só pode ser utilizada por menores de 26 anos na data da validação.

Tenha em mente que também é possível comprar tickets avulsos durante sua viagem. Às vezes compensa, você compra um passe mais barato e comprar passagens avulsas.

Os passes específicos para um país ou um conjunto deles, são interessantes quando deseja-se viajar especificamente para uma região.


 

ONDE COMPRÁ-LOS?

O passe deverá ser comprado no país de origem. NÃO é possível, de maneira nenhuma, comprar o passe na Europa. Entretanto, se você estiver morando na Europa por mais de 6 meses, você NÃO poderá usar os EURAIL passes, terá que comprar o Interail, que é mais barato. Mas infelizmente o Interail só vale para cidadãos europeus ou residentes por mais de 6 meses.

Você pode obter informações atualizadas de preços e taxas de trens europeus no TremEuropa.com, clique em: EurailPass ou bilhetes de trem.

 

COMO UTILIZÁ-LOS?

Você perceberá logo de cara que não existe controle, não existem catracas, fiscais, verificações para entrar no trem. Qualquer pessoa pode entrar neles livremente. Mas não se iluda! A fiscalização é feita com o trem em trânsito. Vai acontecer algumas vezes do fiscal nem passar por você, ou nem pedir seu passe, mas não vale a pena arriscar! Faça tudo o que você deve fazer com o passe para não ter que pagar as pesadas multas aplicadas a quem não está de acordo com o que deve ser feito! E a multa é cobrada na hora, se você não tiver o dinheiro em mãos, os inspetores levam você até um caixa eletrônico!

Na primeira utilização do passe, é necessária a efetivação da "validação" do ticket, dirigindo-se a qualquer guichê e pedindo para o atendente carimbar o passe com a data corrente, indicando o primeiro dia de utilização do passe. A validade do ticket terá como data base o carimbo. Isso é gratuito. A validação deve ser feita em até 6 meses da data da emissão do passe.

No caso do Eurailpass (ilimitado), essa providência já é suficiente e basta para o restante das viagens, podendo você viajar de trem sem maiores burocracias ou providências. Obviamente, o único requisito é estar de posse dele durante suas viagens, além de um documento de identificação.

Nos casos do Eurailpass Flexi e Eurailpass Selectpass, além da validação, você deverá anotar no ticket os dias em que você utiliza o passe. Essa é a maneira pela qual pode-se controlar o número de viagens efetuadas. Aqui cabem duas observações:

 

REGRA DAS 19 HORAS

Se a viagem começa com um trem noturno direto saindo após 19:00 e termina no dia seguinte, a data do próximo dia deverá ser anotada no passe. As viagens entre 19:00 e 24:00 no dia de saída serão, então, incluídas.

Atenção, pois não são todos os passes que adotam essa regra. Consultar atentamente as regras do seu passe após a compra!

 

RESERVAS

Note que o fato de possuir o passe não lhe dá garantia de vaga no trem. Isto é, para garantir uma vaga no trem você deve fazer uma reserva (Mas não significa que seja obrigatória). Há dois inconvenientes da reserva: Primeiro, para fazê-la você deve ir à estação de trem. Segundo, há um custo, que varia de 5 a 15 euros por reserva.

Mas é realmente necessária a reserva? A resposta é depende. Você deverá começar a ter o seu próprio sentimento de quando ela será necessária. Por exemplo, num mês de abril (mês que não é férias escolares em lugar nenhum do mundo) num trem às 14:00, terça feira, de uma cidade desconhecida para outra também desconhecida, com certeza não precisará de reserva - logo não gastará dinheiro, tempo e bastará adentrar o trem. Por outro lado, se você estiver em Agosto (verão e férias), numa sexta à noite, indo de Madrid à Barcelona, muito provavelmente haverá muita gente indo à praia, logo seria prudente fazer reserva.

Caso não tenha feito a reserva, você corre o risco de viajar de pé. Antes disso, entre no trem e procure por assentos que não estejam marcados (com uma etiqueta dentro de uma plaquinha de plástico). Se houver um assento não reservado livre, sente e relaxe! Se você tiver assento marcado, obviamente basta procurar seu assento.

 

TRENS NOTURNOS

São viagens que atravessam a noite, e normalmente tem compartimentos para dormir com várias classificações. A mais em conta é a couchette. Caso deseje dormir numa couchette, você deve pagar um extra (que acaba funcionando também como reserva). O custo é de 10 a 20 euros, mas muitas vezes vale a pena - afinal de contas, você estará economizando um dia de albergue :-) O pagamento não é obrigatório, você pode optar por ir num assento e não pagar extra. Mas você deve considerar as opções, seu tempo de viagem, duração, seu cansaço, etc.

 

ÚLTIMAS DICAS

Além de trens, os passes valem também para alguns ferries (por exemplo, travessia de Brindisi, Itália para Patras, Grécia, ferries no lago da Suíça) além de diversos descontos em outras modalidades, incluindo na travessia de trem sob o canal da Mancha. Fique atento!

Os trens rápidos não são cobertos pelo Eurailpass, embora haja um bom desconto. Não são muito baratos, mas vale a pena andar pelo menos uma vez neles para saber como é estar num trem a 250km/h. Neles é obrigatória a reserva.

Caso seu destino não seja o destino final da viagem, atento à hora! Informe-se com o pessoal a bordo que horas o trem vai passar na cidade em que você vai saltar. E de olho no relógio! A precisão dos trens europeus chega a ser irritante, então se ele fala que vai parar 2:34 na cidade ele pára a essa hora, no exato minuto!

Cuidado ao embarcar, há casos de trens que se separam (alguns vagões seguem um destino diferente dos demais) e isso pode causar confusão!

Principalmente nos trens noturnos, o inspetor pode ficar com seu passaporte e eurailpass. Não se desespere! Eles cuidam direitinho de seus documentos. O que acontece é que para não ficar importunando à noite as pessoas, eles passam recolhendo tudo para verificar na sala deles, depois eles passam devolvendo tudo a todos. Relaxe!

Mas não relaxe com seus pertences nos trens! Carteira, dinheiro, cartões de crédito, máquinas fotográficas, tudo pertinho de você. Tranque sua mala com um cadeado e garanta sua tranquilidade!

Se o trem vai passar por países onde o passe não tem cobertura, ainda que não vá desembarcar, terá que comprar passe relativo ao trecho descoberto! Isso também vale para a questão de vistos, você tem que ter visto mesmo que esteja somente de passagem!

Para ter o reembolso do Eurailpass em caso de desistência, o original deverá ser devolvido sem ter sido utilizado ou validado, no prazo máximo de 1 ano da data de emissão. Uma multa de 30% será aplicada, e não há devolução de taxas. Não haverá reembolso em caso de perdas ou roubo. E se o ticket já tiver sido validado, não há possibilidade de reembolso.

 


Retornar ao topo